Antártica

Destinos

Antártica

O turismo no continente gelado se estabeleceu a partir de 1966, quando o tema educação ambiental ganhou destaque mundial. Hoje, além deste aspecto, é fato que a Antártica desperta a curiosidade de qualquer viajante. O isolamento daquela região, as temperaturas extremas, o gelo e a vida selvagem peculiar são grandes atrativos ao turismo, realizado com navios apropriados.

A maior parte das saídas é feita de Ushuaia, na Argentina. Uma das visões mais inesquecíveis são os tons de azul das geleiras. Como não são formadas de gelo puro, elas contêm uma grande quantidade de ar. A interface ar-gelo reflete a luz solar branca antes que ela tenha a chance de penetrar e ser absorvida.

Entre novembro e março, as visitas se concentram nas zonas livres de gelo, onde é possível navegar perto de baleias.

Os visitantes fazem curtas incursões nas regiões costeiras, visitam estações científicas, monumentos históricos e colônias de animais, como pinguins. Dentre as atividades estão incluídas também alpinismo, acampamento e mergulho. Essas atividades são todas supervisionadas pela tripulação do navio de turismo.

Todos os cuidados com o ambiente são devidamente tomados. Ao todo, 150 áreas, incluindo 20 estações científicas estão nos roteiros das visitas.

Alguns locais recebem até 7 mil visitantes anualmente.

Dicas importantes: assegure-se de que tudo esteja muito limpo – capinhas de câmera, sapatos e roupas podem conter sementes, plantas ou outros organismos que prejudiquem o ambiente local. A distância mínima permitida da vida selvagem é de cinco metros. Mexa-se devagar e com cuidado. Drones não são permitidos.

Confira algum dos nossos

ROTEIROS PARA ESSE DESTINO

CLIQUE AQUI
2020-12-16T10:50:20-03:00